Dormindo com os vampiros

3

Ainda poucos dias antes de sair tinha estado a falar com uma amiga sobre visitar o castelo do conde Drácula, na Roménia. Acontece que não fazia a mais pequena intenção de la ir nos tempos mais próximos, pelo que nem nem tão pouco sabia ao cerco em que zona do pais este ficava. Agora, num autocarro a caminho de Bucareste, sugeriu-me a hipótese de o visitar. Só descobri que o autocarro em que eu segui ia passar la mesmo ao lado, quando cheguei a Brasov. Sai logo ali, e com as indicações que me deu um rapaz que ia comigo, apanhei o autocarro para os 25km finais. Cheguei já ao anoitecer.

Não tenho nenhum interesse por historias de vampiros, mas o que e certo e que o castelo não podia ser mais bem escolhido para inspirar estas historias. Quando cheguei, estava já no lusco fusco, envolto numa neblina que parecia atrair criaturas das trevas de entre as florestas e montanhas que o rodeiam.

Depois de jantar, sendo já tarde para andar a procurar alojamento barato, ja que todos estes percalços foram um rombo no orçamento, decidi pernoitar ali mesmo junto a entrada do castelo, num grande e acolhedor alpendre de madeira duma loja, que serve também de paragem de autocarro.  Não temia vampiros nem lobisomens, apenas os cães que andam a solta por la.

Castelo de Bran à noite

Mas nada disso havia a temer. Ainda mal tinha acabado de me deitar quando parou um carro com um casal. Eram os donos da loja. A senhora assustou-se quando me viu. Não falava nada de inglês, e eu nada de romeno, por isso comunicamos por gestos. Eu perguntei-lhe se podia dormir ali. Ela foi ao carro, falou com o marido e veio de novo ter comigo:  “mi casa”, fez uns gestos de dormir e chamou-me. Para primeiras impressões, a Roménia teve nota 20!

Acabei assim a tomar um chá e a dormir num confortável sofá. Vampiros esses, só nas historias do Bram Stoker.

Um obrigado para a Carina e para irmã que me deram as informações todas direitinhas para la chegar rápido, mesmo sem nunca la terem ido!

Este artigo pode conter links afiliados.

Kit de Viagem

Quer organizar a sua viagem e ao mesmo tempo ajudar o projecto Dobrar Fronteiras? Siga os links abaixo para a suas reservas de hotéis, carros e seguros de viagem. Obrigado!

Olá! Eu sou o Samuel, autor do artigo que acabou de ler. Como você, também gosto de viajar e descobrir povos e lugares. Partilho neste blog as experiências vividas nos vários países por onde já andei. Pode saber mais sobre mim na página Sobre o autor. Espero que tenha gostado e, se tiver alguma coisa a acrescentar, deixe um comentário abaixo.

3 COMENTÁRIOS

  1. Afinal a Roménia ainda é como antigamente! Quando estava a ler a teu texto pensei… Que louco, vai dormir ao “relento” em frente ao castelo do Drácula!!! Muito à frente! Achei a ideia super louca! Mas, afinal a simpatia romena ainda é um dos ex-libris do país. A este ritmo a coisa vai ser MUITO louca!

Ficou com dúvidas? Quer acrescentar alguma coisa? Deixe um comentário!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.