Santuário do Cristo Rei, Almada, Portugal

0

O monumento a Cristo Rei é uma das mais altas construções de Portugal com 110m de altura. A ideia da sua construção veio do Cardeal Cerejeira após uma visita ao Rio de Janeiro em 1934.

Santuário do Cristo Rei em Almada, Portugal

A sua construção foi iniciada no final de 1949, em cumprimento duma promessa do episcopado português por Portugal não ter entrado na segunda guerra mundial. Seria inaugurado em 18 de Maio de 1952 na presença de cerca de 300 mil pessoas e da imagem de Nossa Senhora vinda do Santuário de Fátima.

Foi feita a consagração de Portugal aos Sagrados Corações de Jesus e de Maria e o Cardeal Cerejeira afirmou que o monumento seria sempre um sinal de gratidão pelo dom da paz.
Hoje o monumento é um dos principais pontos de interesse do concelho de Almada e uma marca inseparável  do horizonte da cidade de Lisboa.
É possível subir ao topo do monumento, de onde se obtém excelentes vistas sobre a cidade de Lisboa, o Tejo e a península de Setúbal.

Ponte 25 de Abril vista do topo do Cristo Rei em Almada
Lisboa e o rio Tejo visto do Cristo Rei em Almada

 

Visitas

É possível subir ao topo do monumento. A subida faz-se de elevador, havendo no entanto uma parte final em escadas. O preço do bilhete (ida e volta 🙂 ) é de 5€ para adultos.
O horário de abertura é o seguinte:

  • Inverno – dias de semana/fim-de-semana: 9h30 às 18h15 (hora da última subida 18h00)
  • Verão – dias de semana: 9h30 às 18h30 (hora da última subida 18h15)
  • Verão – fim-de-semana: 9h30 às 19h00 (hora da última subida 18h45)
Cristo Rei em Almada, Portugal

Mapa do Cristo Rei


Ver Cristo Rei num mapa maior

Este artigo pode conter links afiliados.

Kit de Viagem

Quer organizar a sua viagem e ao mesmo tempo ajudar o projecto Dobrar Fronteiras? Siga os links abaixo para a suas reservas de hotéis, carros e seguros de viagem. Obrigado!

Olá! Eu sou o Samuel, autor do artigo que acabou de ler. Como você, também gosto de viajar e descobrir povos e lugares. Partilho neste blog as experiências vividas nos vários países por onde já andei. Pode saber mais sobre mim na página Sobre o autor. Espero que tenha gostado e, se tiver alguma coisa a acrescentar, deixe um comentário abaixo.

Ficou com dúvidas? Quer acrescentar alguma coisa? Deixe um comentário!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.