Centro histórico de Avignon; Património UNESCO em França

1

Localizada nas margens do rio Ródano cerca de 95km a Noroeste de Marselha, Avignon ou Avinhão em português é conhecida como “Cidade dos Papas”.

Tudo começou em 1309 quando Clemente V, um papa francês, fugiu para aqui devido a tumultos políticos em Roma. O Terceiro papa de Avinhão, Benedictus XII iniciou a construção de um vasto palácio fortificado em 1335 que viria a ser concluído pelo seu sucessor Clemente VI alguns anos depois.

O palácio viria a ser profanado durante a revolução francesa e os seus tesouros saqueados mas a dimensão das salas, os frescos pintados nas paredes e os azulejos demonstram o quanto luxuosa era a vida ali.

Junto ao palácio encontra-se a catedral de Notre Dame des Domes um edifício românico parcialmente reconstruído no século XV. Um pouco mais ao lado encontra-se o pequeno palácio, onde o papa e a sua corte viviam antes da construção do grande palácio. Este alberga hoje uma excelente colecção de arte renascentista italiana onde se destaca a obra prima de Botticelli “A Virgem e o Menino”.

Através das muralhas junto ao rio pode-se chegar ao que resta da ponte de St Bézénet, construída no século XIV mas que viria a colapsar em parte no século XVI.

Onde Dormir

Descubra o hotel que melhor se adapta a si. Algumas sugestões de bons hotéis em Avignon aos melhores preços, todos eles bem no centro da cidade para estar perto de tudo e poder explorar à vontade. Veja nestas páginas alguns exemplos, preços e fotografias de hotéis em Avignon.

Mapa de Avignon

A minha visita a Avignon

Rua de Avignon com torre de igreja

Gosto da cidade, assim que chego. Só é pena não estar um bocadinho mais fresco. Depois de deambular um pouco pelas ruas, lá chego ao Palácio dos Papas. A entrada, mesmo para estudantes custa 8,5€ e não 3 como eu pensava.

O palácio papal de Avignon, França

Começo a fazer contas à vida, pois quando saí de Ardèche já só tinha 150€. Ainda assim visito. É património UNESCO, mas mais uma vez fico desiludido com ele. Até os 3€ seria pedir muito para visitar um castelo de salas vazias. É que nem uns vitrais coloridos nas janelas das capelas há. Até a igreja que fica ao lado está melhor decorada e é gratuita.

Grande sala vazia no palácio dos papas em Avignon

A temperatura convida a um banho, mas o rio parece demasiado poluído para isso. Passo a ponte até meio, onde fica a ilha , um dos melhores locais para observar a cidade e deito-me na relva para comer, dormir a sesta e actualizar o diário. É aí que tenho a grande alegria do dia. Nesta viagem decidi trazer o dinheiro todo comigo, e por isso dividido por vários locais. Acontece que quando o contei a ultima vez esqueci-me que também estava algum no diário!  Agora já com as contas a bater certo adormeço para a sesta.

ponte avinhao
A ponte em ruínas em Avinhão

Fico por lá um bom bocado antes de ir de novo para a cidade até à Internet. Às 5:30 estou junto à estação de comboio onde combinei de me encontrar com a couchsurfer que me vai receber e que vive nos arredores da cidade. Do 8º andar do seu apartamento avistam-se as nuvens do fim do dia que se aproximam e trazem uns tão desejados pingos de chuva para refrescar. Hoje acho-lhe muita piada. Afinal tenho um tecto por cima de mim.

Clique aqui para ver os outros dias desta viagem

Este artigo pode conter links afiliados.

Kit de Viagem

Quer organizar a sua viagem e ao mesmo tempo ajudar o projecto Dobrar Fronteiras? Siga os links abaixo para a suas reservas de hotéis, carros e seguros de viagem. Obrigado!

  • Reserve o seu hotel no Booking.com
  • Alugue carro no destino em Rentalcars.com e viaje com mais liberdade
  • Contrate um seguro de viagem na IATI Seguros com desconto de 5% e viaje descansado.
  • Esqueça as taxas e comissões absurdas para levantar dinheiro no estrangeiro. Obtenha através deste link um cartão Revolut Grátis

1 COMENTÁRIO

Ficou com dúvidas? Quer acrescentar alguma coisa? Deixe um comentário!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.